tudo MUITO novo

desculpa o susto, ainda tudo muito novo.
frio, cru, real e amargo,
ainda em meu peito, o vazio.
sei que passa, sou forte. porém, agora frágil, exposto.

_______

quero que o tempo passe logo,
ganhar novamente a solidão não solidão.
ter a paz de volta, sei que volta,
sem perder a alma e a razão.

_______

pensei ter encontrado o que acredito ser a resposta pra ser.
agora sei que ser já é uma resposta e também o não ser.
fico aqui, fazendo das mazelas poesia e me deleitando com o maldoror.
pra deitar um sono encharcado e então sonhar, oh dor, oh dor!!!!

15/10/09

Advertisements

About this entry